GOSTOU DA PEQUENA AMOSTRA QUER COMPRAR

Pesquisar este blog

quinta-feira, março 07, 2013

SOU NORDESTINA



Sou nordestina,
Desde  de muito menina,
Corro pelos vales,
Pego touro e me embrenho
Na pura caatinga.
Sou Cearense,
Como Iracema já me banhei
De Pacoti ao Banabuiú.
Por isso não pense
Que quero aqui fazer
Da minha face
Mote para dizer
Que sou filha de Maracanaú,
Sou nascida,
Sou criada às vezes
Até mal criada.
Conheço do horto
Até o Jaçanaú.
Sou filha da terra seca,
Já ferrei gado no mato,
Por isso é que declaro
Sou filha dessa terra
Aqui codificado.
Já partir em busca
De canto em outros cantos,
Já tomei outros rumos,
Mas quem enterra o umbigo
Na porta da vacaria,
Pode até conhecer
Outra moradia.
Mas não deixa de beber,
Dessa água que se queixa
Da sede romper.
Lhe digo seu doutor,
E não lhe peço favor,
Quem tudo isso fez,
Não perde o rumo outra vez.
Escrita em: 06/02/2012