GOSTOU DA PEQUENA AMOSTRA QUER COMPRAR

Pesquisar este blog

sexta-feira, abril 22, 2011

A PAZ QUE PROCURO

Sai a procurar a paz que
Eu acreditava esta no mundo,
Naveguei no mar, corri no deserto,
Subi montanhas e voei pelo ar.
Tudo isso fiz em um segundo,
Mas, não encontrei a paz,
Que eu acreditava esta no mundo.
Sai pela rua a vagar e a procurar,
Nos rostos apressados a paz,
Que eu acreditava um dia encontrar.
Vi carros passarem apressados,
Vi pessoas nos prédios angustiados,
Olhei pra todos os lados e não encontrei.
Triste para o meu quarto voltei
E num canto sozinha me sentei,
Vislumbrei a penumbra,
E no barulho ensurdecedor do silencio,
Chorei, por saber no mundo não ter a paz que
Um dia eu acreditei la encontrar.
Olhei, Sem querer pra dentro de mim e por um segundo,
Pensei que tinha encontrado a paz que estava a buscar.
Escrita em: 26/03/2011