GOSTOU DA PEQUENA AMOSTRA QUER COMPRAR

Pesquisar este blog

terça-feira, março 05, 2013

MULHER CEARENSE


Nasceu índia e escrava,
Mas nas asas da redenção
Conheceu primeiro o sabor
Da liberdade,  correu solta
Pelas matas.
Depois veio a prisão,
Pouco se fala na força mulher,
Muitos negam que
Sejam o que na verdade é,
Falam que o ceará é a terra da luz,
Mas a mulher é força motriz 
Que essa terra conduz.
A mulher sertaneja, também
Tem as mãos calejadas e trás
Na barriga o filho que rasga o
Vento no mar e vira dragão.
Mulher cearense tem nome de flor,
Tem raça e gloria,
Também foi guerreira na revolução.
A mulher que a cada dia pendura
No varal o sonho de uma terra
Justa, é ela que dos espinhos
Trata o mandacaru e o degusta.
Mulher brava cearense não pega
Só no bacamarte e faz dele o seu rei,
Mas saca da bainha o lápis
E o transforma em lei.
Escrita em: 08/06/2012